Bíblia, vida cristã e eleições

A celebração anual do mês da Bíblia completa 43 anos. O dia é 30 de setembro, dia de São Jerônimo, o santo que traduziu a Bíblia escrita em hebraico e grego para o Latim no ano 400 d.C.

A “revolução” provocada por ele com a tradução da Bíblia apenas se repetiu no sec. XX quando o Concílio Vaticano II permitiu que os leigos tivessem acesso a ela e mais recentemente com a publicação digital que praticamente tornou o acesso à Bíblia irrestrito.

Mas, não basta o acesso à Bíblia. É importante que a Palavra de Deus se torne a alma de toda a vida e pastoral da Igreja e de cada cristão. Para isso o Papa Bento XVI escreveu a Exortação Apostólica “Verbum Domini” e recentemente o Papa Francisco a “Evangelli Guadium” ambas contendo motivações que incentivam os fiéis a caminharem fundamentando suas opções e história tendo como base os ensinamentos bíblicos e inspirados na história da Salvação.

Neste mês da Bíblia de 2014 vamos aprofundar o discipulado missionário a partir do Evangelho de São Mateus, tema que a Igreja na América Latina e Caribe vem buscando desde a Conferência de Aparecida. Evangelizar requer familiaridade com a Palavra de Deus e o primeiro passo é ser perseverante na leitura e meditação dos textos sagrados. Como estamos às vésperas de uma nova eleição é bom lembrarmos que a Bíblia nos indica o comportamento cristão em todas as dimensões da vida incluindo a política que, como bem disse o Papa Francisco a um estudante italiano, “Envolver-se na política é uma obrigação de todo cristão”. “O período eleitoral constitui-se em momento propício à participação dos cristãos, de quem se espera consciente atuação no processo decisório sobre aqueles que conduzirão o país”, acrescentou o Papa. Por isso, aos que participam da eleição como candidatos e aos que votam, deixem que a Palavra de Deus os ilumine. Não busquem interesses pessoais, mas o bem comum para que seu voto ou seu mandato seja uma manifestação da vontade de Deus para seu povo.

Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias

Administrador Apostólico de Colatina/ES.

Um comentário sobre “Bíblia, vida cristã e eleições”

  1. Olá! Dom Wladìmir Lopes Dìas. Deus abençoe muito sua vida e sua missão. Muito obrigado por esse belíssimo texto sobre o mês da Bíblia que faz 43 anos. Grande abraço. Deus o abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *