13 de Junho de 2018

Igreja Coreana promove novena de oração pela paz e clama por unidade entre Coreias

Publicado por

A Igreja Coreana promove uma novena de oração pela paz e uma conferência pela reconciliação e a unidade das duas Coreias. O anúncio foi feito após o encontro do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Singapura, na Ilha de Sentosa, na terça-feira, 12. Na ocasião, eles assinaram em conjunto uma declaração inédita na qual se comprometem a estabelecer relações de paz entre seus povos.

Os dois países “decidiram deixar o passado para trás” e “o mundo verá uma grande mudança”, segundo o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. O engajamento com o fim da produção de armas nucleares e a desnuclearização completa da península coreana era uma condição imposta pelos Estados Unidos para a realização do acordo. Além disso, no documento os dois países se comprometem a unir esforços para construir um regime de paz estável e duradouro e a recuperar os restos mortais de prisioneiros de guerras, incluindo a imediata repatriação daqueles já identificados.

O encontro entre os dois líderes foi o ponto alto para os bispos da Coreia lançarem a novena, que deverá ser realizada de 17 a 25 de junho. A proposta é que para cada dia haja uma intenção de oração:  para a cura da separação do povo coreano; para as famílias separadas por causa da guerra coreana; para os irmãos que vivem no Norte; para os refugiados originários do Norte que vivem no Sul; para os políticos do Sul e do Norte; para a evangelização do Norte; para a promoção dos intercâmbios entre o Sul e o Norte; para a verdadeira reconciliação entre o sul e o Norte e para a reunificação pacífica entre o Sul e o Norte.

 

Com informações do Vatican News e CNBB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *