05 de Dezembro de 2018

Seminário Diocesano lança identidade visual

Publicado por

Nesta terça-feira (4/12), os seminaristas lançaram oficialmente a identidade visual criada especialmente para o Jubileu de Prata do Seminário Diocesano Maria Mãe da Igreja, que será comemorado no próximo ano. O momento foi marcado por uma missa, na capela do seminário, que fica na Serra, sendo presidida pelo bispo emérito de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha, e concelebrada pelos padres Paulo César da Silva, reitor do Seminário Diocesano, e Fábio Cosme Pires, vigário da Paróquia São José de Anchieta, na Serra.

Essa foi a 12ª missa em preparação para os 25 anos do seminário e contou com a participação da comunidade local. A partir de agora, todos os documentos oficiais e comunicados do seminário trarão o selo do jubileu, que é marcado por elementos muito significativos para a Igreja, como Maria.

A presença de dom Geraldo também foi muito simbólica, já que ele foi o primeiro bispo da Diocese de Colatina e o principal articulador para a criação do seminário. Na época, há quase 25 anos, dom Geraldo lembra que se envolveu em todos os detalhes, da escolha do terreno à definição do projeto arquitetônico. Tudo foi muito bem pensado para garantir não apenas conforto aos seminaristas, mas também simplicidade e espiritualidade.

Após a missa, foi realizado um momento de convivência.

 

Explicação da identidade visual

A identidade visual do Jubileu de Prata do Seminário Diocesano foi criada pela equipe da agência Parresia, que é especializada em comunicação católica. Após o jubileu, a marca será adaptada para que possa continuar sendo utilizada ao longo dos anos. A identidade do jubileu estará presente, a partir de agora, em todos os documentos e comunicados oficiais do Seminário Diocesano.

“Essa marca foi criada para que o seminário tenha uma identidade própria e ligada ao contexto de atualidade. Por isso, foi feita a opção por uma logomarca e não por um brasão heráldico. Foram usados três elementos referenciais, sendo a relação principal com a imagem de Maria, Mãe da Igreja”, explicam os seminaristas. Confira outros detalhes a seguir.

 

Maria

Para a criação da logomarca, foram utilizados símbolos importantes do Seminário. A padroeira Maria, Mãe da Igreja aparece de forma predominante. A referência é feita principalmente nas cores do manto e seus detalhes, como grafismos e florais. Na região superior da imagem (cabeça), aparece o sol que remete à luz divina e aponta o caminho da embarcação rumo à soberana vocação dada por Deus.

 

Barco e cruz

O barco é um elemento que traz a dimensão da Igreja e da vocação em navegar para águas mais profundas. A cruz é um sinal da Igreja e da vocação, e de quem se doa ao chamado do Pai.

 

Cores

As cores utilizadas foram o vermelho, que é uma cor utilizada na identidade visual da Diocese de Colatina; o azul, presente na imagem da padroeira do seminário e que remete à espiritualidade; e o dourado, cor representativa do sagrado, extraída diretamente também da imagem da padroeira do seminário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *