12 de Março de 2019

Comunidade de Baixo Guandu carregará cruzeiro de mais de uma tonelada

Publicado por

A comunidade da Paróquia São Pedro, de Baixo Guandu, viverá um momento especial de devoção popular no próximo domingo (17/3). Haverá uma caminhada penitencial até o Morro do Cruzeiro, onde uma nova cruz será instalada para a oração dos fiéis.

Segundo o padre Luismar Passarelli, o cruzeiro que lá se encontra foi colocado há muitos anos e, por isso, está deteriorado. O local, portanto, ganhará um novo e digno exemplar. “Estamos vivendo um momento em que os valores do Evangelho estão se perdendo. Não podemos deixar isso acontecer. Ao colocarmos um novo cruzeiro, estamos trabalhando para resgatar um patrimônio religioso da comunidade e, ao mesmo tempo, convidar as pessoas a uma mudança de vida”, observou o pároco.

O momento terá início com uma missa paroquial, às 7 horas da manhã, na igreja matriz de Baixo Guandu. Na sequência, os próprios fiéis carregarão a cruz em caminhada penitencial até o Morro do Cruzeiro, que fica a dois quilômetros de distância. A cruz é feita de eucalipto tratado, tem 18 metros de altura e pesa uma tonelada e meia. Para conseguir carregá-la, cerca de 160 pessoas vão se revezar. A comunidade calculou que serão necessários grupos de 40 fiéis para levantar e carregar o cruzeiro.

Haverá três paradas ao longo do trajeto, fazendo memória das três quedas de Jesus a caminho do Calvário. Durante o percurso, o povo seguirá rezando e entoando hinos penitenciais. “Vamos aproveitar o clima do tempo quaresmal que nos convida à conversão, ao arrependimento e à misericórdia. E devemos encarar a cruz com amor, pois, para nós, ela é a certeza e a alegria da ressurreição”, disse padre Luismar.

Destino do cruzeiro antigo

O antigo cruzeiro, apesar de bastante deteriorado pela ação do tempo, tem um significado histórico e de fé muito intenso para o povo católico de Baixo Guandu. Durante anos, os fiéis realizam procissões até o local para pedir graças, como chuva em tempos de seca. Por isso, a paróquia dará um destino muito interessante ao cruzeiro: toda a madeira, que é de peroba, será aproveitada e transformada em cruzes que os fiéis receberão gratuitamente para carregar no peito ou utilizarem em suas casas. A proposta será colocada em prática ainda neste ano.

Um comentário sobre “Comunidade de Baixo Guandu carregará cruzeiro de mais de uma tonelada”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *