17 de Abril de 2017

Catedral de Colatina lança reflexões pascais e convida famílias à oração

Publicado por

Repetindo a iniciativa realizada durante a Quaresma, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Catedral de Colatina) lança uma nova série de livretos para ajudar as famílias a rezarem juntas, à luz do Ano Nacional Mariano.

A cada domingo deste tempo pascal, ao final das missas, as famílias vão receber uma edição das “Reflexões Pascais”, dando continuidade às “Reflexões Quaresmais”. A cada reflexão pascal, é oferecida aos fiéis a oportunidade de praticar uma oração simples e cheia de espiritualidade, com saudação inicial, contextualização e leitura da Palavra de Deus.

É uma forma que a paróquia encontrou para aproximar os cristãos da oração. Para a equipe que organiza o material, a iniciativa não trará a solução para todos os problemas familiares, mas é uma ajuda espiritual que não se deve subestimar.

A cada semana deste tempo pascal, publicaremos aqui a edição correspondente das Reflexões Pascais. Aproveite esta oportunidade e reze hoje mesmo com sua família!

 

REFLEXÕES PASCAIS

PRIMEIRA SEMANA

 

TEMPO PASCAL

A alegria que se renova e irradia do encontro com Cristo!

Nestas semanas do tempo pascal, prosseguiremos nosso caminho na alegria da ressurreição. Assim, ao longo do tempo veremos que:

 

1ª Semana

Oitava da Páscoa

SAUDAÇÃO INICIAL

P. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

R. Amém. Aleluia. Aleluia.

P. Da Páscoa ao Pentecostes, caminhemos com Maria.

R. Aleluia. Aleluia.

P. Maria, guiai a nossa família, pelas fontes da alegria!

R. Aleluia. Aleluia.

 

P. Estamos na primeira semana da Páscoa. São os primeiros oito dias, num total de cinquenta. Estes cinquenta dias são como um grande domingo, em que a Igreja celebra, com alegria e júbilo, o mistério pascal. Ao longo deste tempo, tão belo, a liturgia recorda a Mãe de Jesus, na sua profunda alegria pela ressurreição de Cristo e na sua oração com os Apóstolos, esperando confiadamente o dom do Espírito Santo (cf. CMVSM, p. 90). De Maria, a Igreja aprende também a ser mãe que gera, embeleza e alimenta os seus filhos, através dos sacramentos do Batismo, Crisma e Eucaristia. Escutemos agora um bocadinho do Evangelho, que ouvíamos na noite de Páscoa.

 

ILUMINANDO COM A PALAVRA DE DEUS

Do Evangelho segundo São Mateus (28,1.5-7)

“Depois do sábado, ao raiar do primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram visitar o sepulcro. O Anjo tomou a palavra e disse às mulheres: «Não tenhais medo; sei que procurais Jesus, o Crucificado. Não está aqui: ressuscitou, como tinha dito. Vinde ver o lugar onde jazia. E ide depressa dizer aos discípulos: ‘Ele ressuscitou dos mortos e vai adiante de vós para a Galileia. Lá O vereis’»”.

 

REFLETINDO OS MISTÉRIOS DO ROSÁRIO

P. “Contemplando o Ressuscitado, o cristão revive não só a alegria daqueles a quem Cristo Se manifestou – aos Apóstolos, a Madalena, aos discípulos de Emaús –, mas também a alegria de Maria, que deverá ter tido uma experiência não menos intensa da nova existência do Filho glorificado” (RVM 23). É com esta alegria que fazemos o ANÚNCIO pascal, para dizer a todos que “Cristo ressuscitado é a fonte profunda da nossa esperança” (EG 275). Em Maria, temos assim o melhor exemplo e o auxílio indispensável, para anunciar o Evangelho, que Cristo nos confiou depois de ressuscitar dos mortos” (cf. CMVSM, p. 90). A nós também é confiada uma missão, como à pastorinha Lúcia, de anunciar a todos “o amor de Deus manifestado no Coração Imaculado de Maria” (FSE 9). Para que vivamos e anunciemos a todos a alegria da Páscoa, rezemos juntos.

 

Pai-Nosso

10 Ave-Marias

Glória

 

P. Maria, Mãe da Igreja.

R. Aleluia. Aleluia.

P. Guiai a nossa família, pelas fontes da alegria!

R. Aleluia. Aleluia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *